Encantamento do Colaborador: Employer Branding

O que é Employer Branding?

Em uma tradução livre, significa marca do empregador e trata-se de uma estratégia que propõe uma série de ações que visam garantir uma boa reputação da empresa, tornando-a atrativa e diferenciando-a das outras.

Mas essas ações e práticas de atração devem ser elaboradas considerando a sua própria cultura.

Portanto, para iniciar a implantação do employer branding, primeiramente é necessário conhecer bem quais são os valores e princípios fundamentais da sua organização.

O conceito de Employer Branding surgiu em 1990 quando Simon Barrow, chairman do People in Business, utilizou em uma conferência a expressão Employer Branding.

Nascia assim a “Era da marca empregadora”, que foi quando as empresas começaram a se dar conta de que além de se preocupar com sua marca comercial, precisam também criar valor para a Marca Empregadora.

Mas foi após os anos 90, com taxas maiores de empregabilidade, que os profissionais passaram a escolher as empresas para as quais queriam trabalhar, passando a considerar não apenas o salário como peça fundamental dessa escolha, mas também quesitos como oportunidades de carreira, benefícios, ambiente, recomendações de outros funcionários, entre outros. 

Surgia assim, a necessidade de desenvolver de maneira estratégica, a atração de candidatos qualificados, e foi quando o Marketing tornou-se aliado definitivo do Recursos Humanos.

Além disso, é indispensável, em uma estratégia de employer branding, que você conheça os seus colaboradores, pois, eles são os principais peças para que essa estratégia seja bem-sucedida.

Na Era da Experiência não é somente sobre encantar o cliente, mas torna-se necessário encantar o colaborador

Hoje o Employer Branding não se restringe apenas na atração de candidatos, mas principalmente na retenção de colaboradores. 

Atração de Talentos, Recrutamento e Seleção, Departamento Pessoal, Treinamento e Desenvolvimento, Performance, People Analytics, Comunicação Interna, Cultura Organizacional, Comunicação Institucional, Benefícios e, claro, Marketing: são algumas das áreas que envolvem toda a jornada do candidato e, posteriormente do colaborador. 

E não é mais aceitável que, após todos os esforços empregados para contratar um profissional, que este não tenha uma boa experiência entre o que lhe foi “vendido” e a realidade empresarial no dia a dia.

Durante esse processo, a comunicação passa a ter um papel essencial, utilizando o EVP (Employee Value Proposition) para alinhar as expectativas do colaborador às da empresa.

Sendo assim, não basta mais atrair o melhor candidato, mas é fundamental manter a boa experiência dele no processo seletivo e durante toda a sua rotina da empresa.

O ideal é que sua empresa atraia pessoas que são compatíveis e que vejam na sua cultura algo que chame a atenção.

Simplesmente saber o que é Employer Branding não é suficiente.

O que faz a diferença é verdadeiramente implementá-lo na sua empresa.

Sem dúvidas, esse é um investimento que traz grandes retornos para a sua marca. Mas como foi dito, só é possível realizar uma boa estratégia de atração e retenção de talentos quando você conhece e gerencia bem o seu time. 


Agora me conte, sua empresa aplica a estratégia do Employer Branding?

Se sim, gostaria muito que você compartilhasse um pouco mais sobre suas práticas e resultados.

Preencha os campos abaixo e aguarde um dos nossos especialistas entrar em contato com você!